Campo Grande, Segunda-feira 17 de dezembro de 2018
03/08/2016 14h56 - Atualizado em 03/08/2016 14h56

Entrevista exclusiva com o Prefeito Juvenal Neto (PSDB) Pré-Candidato a Reeleição.


Por Tainan Gama

Jornalista Tainan Gama entrevista o Pré-Candidato do PSDB Juvenal Neto.;/Foto Leandro Medina Jornalista Tainan Gama entrevista o Pré-Candidato do PSDB Juvenal Neto.;/Foto Leandro Medina

Estivemos na tarde da última terça (2), em uma conversa com o prefeito de Juvenal de Assunção Neto, nascido em 21 de fevereiro de 1978 na agrovila ZUZU, que fica as margens da BR 267 a 25km de Nova Alvorada do Sul, criado em Nova Alvorada do Sul, filho de produtores rurais Cedeir Gorostides Assunção e Ruth da Silva Assunção. Sempre estudou em escolas municipais, estudou o ensino fundamental na Escola Martinho Barbosa Martins e ensino médio na Escola Estadual Antônio Coelho, e é produtor rural por paixão.

Atualmente é prefeito de Nova Alvorada do Sul e pré-candidato a reeleição nas eleições municipais de outubro deste ano.

Confira agora a entrevista exclusiva:

QUANDO E COMO COMEÇOU A SUA CARREIRA POLITICA E EM QUE CONTEXTO SE DEU ESSE INICIO?

"Minha carreira política começou no ano de 2005 quando conheci o ex-prefeito Reinaldo Azambuja, que tinha deixado a prefeitura de Maracaju e começava um projeto pra ser deputado estadual. Então eu conheci ele em uma reunião que tivemos aqui em Nova Alvorada do Sul, na época onde estava reorganizando o PSDB, e ali a gente iniciou uma parceria, uma amizade, e veio a se consolidar com a eleição dele em 2006, onde ele se tornou deputado estadual. Comecei a militar no PSDB municipal, como presidente de juventude e estadual como vice-presidente da juventude, quando foi em 2007 veio o convite do deputado Reinaldo Azambuja para que eu fosse candidato a vereador na eleição de 2008, só que quando estava tudo organizado para eu ser candidato a vereador em 2008, nosso candidato na época acabou se recusando a disputar a eleição, nós ficamos sem candidato a prefeito, e então o Reinaldo Azambuja pediu para que eu saísse candidato a prefeito, pra mim foi um momento muito difícil e surpreendente, porque eu jamais esperava ser candidato a prefeito e ainda mais em uma situação como aquela, mais acabei aceitando o desafio e disputei eleição. Nós tínhamos em torno de quatro partidos aliados, tinha dezessete candidatos a vereadores, disputamos a eleição e foi uma eleição muito difícil por ser uma eleição de última hora, sem condição, estrutura, por ser um grupo muito pequeno. Mas, foi uma eleição muito boa, porque com aquilo construí uma base, para que eu pudesse vim a disputar e ganhar a eleição em 2012."

VOCÊ ENCONTROU MUITAS PORTAS FECHADAS NA SUA VIDA?

"Olha eu acho que não, eu entendo que sempre bati nas portas ela abriram, mais o caminho não foi fácil, realmente entrar na vida pública quem não é era da vida pública, quem nunca teve a família vinculada a vida pública, realmente não é fácil, é uma situação bem diferente da que a gente tem no cotidiano, venho de uma família de produtor rural, então nós não tínhamos esse vínculo com a política, e entrar na política realmente não é fácil, você tem algumas resistências que são naturais da política, mais graças a Deus eu sempre tive muitos amigos e parceiros que me ajudaram e tiveram juntos comigo.

Agora eu quero fazer um destaque especial, a minha família, o meu pai, a minha mãe o meu irmão que sempre foram pessoas que me incentivaram muito, o meu padrinho Arthur, que é uma pessoa que eu tenho um grande carinho, uma grande estima. Que sempre tiveram juntos ali, ajudando a romper essas barreiras que a gente encontra. Mais, acredito que mesmo com as dificuldades, essas barreiras a gente conseguiu caminhar bem".

O QUE SIGNIFICA PRA VOCÊ SER UMA PESSOA PUBLICA?

"Eu sinto orgulho de pode fazer parte da vida pública, administrando um município como Nova Alvorada do Sul, pra mim é uma satisfação muito grande. Só que também não é fácil, nós temos os nossos gargalos, nossas dificuldades e nós temos muitas vezes que nos apegar muito a Deus, pra que Ele nos dê a sabedoria, a capacidade e a paciência pra lidar com as situações que hoje o homem público enfrenta, muitas vezes mal compreendido, porque a população as vezes acaba generalizando pelo momento político que nós estamos vivendo, então a gente percebe muito isso. Mais a gente tem que ter essa habilidade de lidar com as questões públicas.

FALANDO EM FAMÍLIA, EM CARREIRA PUBLICA. COMO CONSEGUE CONCILIAR AS DUAS COISAS?

"Não vejo como você fazer política se a família não apoiar. Eu tenho uma alegria muito grande de ter o apoio da minha família, porque a família é um pilar fundamental pra gente que está na vida pública. Na vida pública agente se depara com muitos problemas, com muitas situações e é o aconchego da família que nos dá forças pra pode continuar caminhando, enfrentando as dificuldades, rompendo os obstáculos que a gente enfrenta no dia a dia. Ser um gestor público, estar na vida pública é um desafio muito grande e o papel da família é fundamental. E eu tenho uma alegria muito grande de ter o apoio da minha família, de ter minha família junto comigo nesse projeto político, então eu fico feliz".

O FATO DE SER O PRIMEIRO PREFEITO DE NOVA ALVORADA DO SUL A ASSUMIR A ASSOMASUL, AJUDA OU ATRAPALHA A SUA VIDA?

"Acredito que ajudou muito, graças a esse cargo que eu digo que é um dos cargos mais importantes do estado, porque no estado nos temos o governador do estado, o presidente da Assembleia Legislativa e nós temos o presidente da ASSOMASUL que trabalha junto aos setenta e nove municípios, para estar reivindicando melhorias para esses setenta e nova municípios. Isso nos dá uma visibilidade e nos dá também um acesso muito grande aos poderes estaduais, federais e graças a esse trabalho dentro da ASSOMASUL, fez com que a gente pudesse trazer muitas melhorias importantes para o município de Nova Alvorada do Sul, muitas obras, muitas ações, diante desse cargo de presidente da ASSOMASUL. É um desafio grande, porque você tem que conciliar a situação de prefeito do seu município com os demais municípios, mais a gente trabalha de uma forma em que a gente tem o tempo para cada coisa, então a gente tem o tempo em que a gente trabalha as questões do nosso município que são muito maiores, deixando uma pequena parte do tempo para atender as questões municipalistas que faz parte também. Hoje os municípios passam por um momento muito difícil, uns dos piores da história do pais e graças a esses trabalhos das associações de municípios de todos os estados e da ASSOMASUL junto com a CNN nós temos conseguido avanços importantes em relação a liberação de recursos, em melhorias de repasse, para que a gente possa enfrentar a crise e atender as nossas demandas na área da saúde, na área da educação, na área social, na área de infraestrutura, que fazem parte da gestão pública e da necessidade da nossa população".

VOCÊ JÁ CITOU O REINALDO AZAMBUJA, QUE FOI ALGUÉM QUE MUITO TE INFLUENCIOU NA POLITICA. ALÉM DELE, HOUVE OUTRAS PESSOAS QUE TE INFLUENCIARAM NA VIDA PUBLICA?

Olha, meu principal padrinho político foi e é o Reinaldo Azambuja. Eu acompanho o Reinaldo, como eu disse, desde quando ele saiu da prefeitura de Maracaju, quando se tornou deputado estadual, depois deputado federal e agora governador, então é uma satisfação muito grande ter o Reinaldo como padrinho político, mais eu gostaria aqui de ressaltar uma pessoa que eu tenho um grande carinho também, uma grande estima que acabou se afastando um pouco da vida política, mais que ainda continua na vida pública, que é a nossa eterna senadora Marisa Serrano. Que é uma pessoa que esteve comigo aqui em 2008, caminhou junto comigo nas ruas de Nova Alvorada do Sul, e é uma pessoa que eu tenho um grande carinho, grande respeito. Hoje ela não é mais senadora, hoje ela é conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, mais eu não poderia deixar de ressaltar o carinho e o respeito que eu tenho pela Marisa.

E APROVEITANDO QUE VOCÊ CITOU A MARISA, UMA INFLUENTE MULHER NO ESTADO. O QUE VOCÊ ACHA DA PARTICIPAÇÃO FEMININA NA POLITICA DO ESTADO?

Eu acho que a participação da mulher é extremamente importante na administração, é fundamental. Eu tenho alegria de ter na minha administração três secretarias mulheres, ocupando três pastas importantes, pasta da saúde, pasta da educação e pasta da assistência social. O trabalho da mulher hoje é tão importante quanto o do homem, a mulher tem uma sensibilidade muito aguçada e isso ajuda muito nas questões administrativas e é extremamente importante.

Hoje nós já temos representantes mulher na câmara municipal, câmara estadual e federal, e é importante que cada vez mais possa aumentar essa representação, para que a mulher possa cada vez mais contribuir com as questões administrativas e políticas que envolvem nosso município, que envolvem o nosso estado e o nosso pais. Então, eu acho que isso agrega e soma muito para a política e para a administração.

QUAL É A SUA EXPECTATIVA EM RELAÇÃO A ATUAL ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DO NOSSO PAIS?

Eu acredito que o governo que está ai é um governo de transição, é um governo que está organizando pontos importantes para a questão administrativa e política do nosso pais, que se faz muito necessário no momento em que estamos passando. É um governo que realmente está tomando medidas duras, mexendo em situações que são complexas, mais que são necessárias. Mas eu acredito que um governo para ser realmente legitimo, ele vai ter que ser escolhido nas urnas, ter que ser votado em 2018. Então, eu acredito que o governo que está ai, está organizando a casa e estruturando para um próximo governo que vim, mais é um governo que já inspira confiança, é um governo que já demonstrou que realmente está preocupado com as questões do Brasil, dos estados e consequentemente dos municípios. E é um governo que está contribuindo para uma estabilidade política, administrativa e econômica para que nós possamos voltar a ter crescimento, a ter desenvolvimento em todos os segmentos, federal, estadual e municipal que é o nosso caso, porque nenhum país e nenhuma sociedade sobrevive se não tiver um governo com estabilidade, estabilidade política e administrativa. E acredito que esse governo está fazendo o papel dele.

QUAL FOI O GRANDE MOMENTO QUE PODERIA SER DESTACADO EM SEU MANDATO COMO PREFEITO?

O momento de sentir que estamos superando a crise, nos assumimos o município de Nova Alvorada do Sul em 2013 e nos deparamos com o município com uma situação crítica, um município com 3 milhões de dívidas de INSS, o município com 2,5 milhões de dívida de água, um município com 1 milhão de dívida de banco de horas, essa dívida cobrada através de ações judiciais. Então realmente para nós foi uma surpresa, nós acreditávamos que as coisas estavam mais organizadas. E o município com problemas em relação as frotas, a ambulância, a equipamentos, a ônibus de transporte escolar, precisando de várias reformas em escola, em postos de saúde, então realmente um município com vários desafios. E nós assumimos em 2013, e além disso tivemos os desafios iniciais de organizar a equipe, colocar as pessoas certas nos lugares certos, quando ajustamos essa parte, nós começamos o ano de 2014 nós nos deparamos com um momento de crise, começamos sentir a crise já em 2014, os gestores públicos municipais e fomos só mergulhando e entramos 2015 também com muitas dificuldades. Foi só no final de 2015, 2016 um momento mais favorável, mais propicio. Então foi ai o momento nos que sentimos que tivemos muitas dificuldades, mais começamos a superar essas dificuldades, os recursos lá de trás começaram a ser liberados, os recursos importantes na área de infraestrutura, na área da saúde, é importante ressaltar a questão de pavimentação asfáltica, a questão de ampliação e reforma do hospital, posto de saúde no bairro Vacilio Dias, então ai começamos a ter liberação desses recursos, e começamos a iniciar e concluir obras importantes. Nos anos de 2015 e 2016 começamos a ter também a parceria do governo do estado. O governador Reinaldo Azambuja assumiu no começo de 2015 e já em meados do ano liberou meio milhão de reais de recapeamento de asfalto, depois liberou para nos mais de 2,6 milhões que são pavimentações asfálticas no bairro Maria de Lourdes, que é um bairro importante que precisa muito desses investimentos, além do investimento da primeira estação de tratamento de esgoto de Nova Alvorada do Sul. Porque hoje infelizmente nós temos zero em tratamento de esgoto, nosso esgoto não é tratado, nosso esgoto é através de foças e o governados Reinaldo Azambuja está nos ajudando, liberou um recurso de mais de 5 milhões de reais, onde está sendo construída a primeira estação de tratamento de esgoto, para que o esgoto possa ser tratado e já vai começar a construção das redes de captação desse esgoto. É um investimento extremamente importante. Tivemos também a satisfação do governo do estado nos ajudar com a caravana da saúde, onde atendemos mais de 500 pessoas, que tinha uma demanda reprimida, que precisava de exames e que dependiam da nossa regional que é Campo Grande e não conseguia esses exames, esses procedimentos e que com a caravana a gente conseguiu, então acredito que esse foi o momento onde realmente nos fez respirar e nos dar condição realmente de estar superando esse momento difícil que o pais passa e consequentemente os municípios

QUAL FOI O SENTIMENTO DE ADMINISTRAR NOVA ALVORADA DO SUL?

Foi desafiador, administrar Nova Alvorada do Sul é um desafio muito grande, é um município que cresce consideravelmente, que recebe muitas pessoas, que tem uma demanda muito grande na área da saúde, na área da educação. Eu sempre gosto de frisar um número que realmente demonstra claramente esse crescimento. Quando assumi, as nossas escolas municipais, nós tínhamos 2.600 alunos e hoje nós temos 4.300 alunos. Realmente é um município que tem uma demanda gigantesca em todos os segmentos e você pode atender essas demandas é realmente um desafio muito grande. Tem sido desafiador, mais também é muito bom, é um sentimento que estamos cumprindo com o nosso dever

ANALISANDO TUDO, TENTO ESSE SENTIMENTO DE DEVER CUMPRIDO, QUAL É A IMAGEM QUE VOCÊ TEM PERANTE O PUBLICO?

Olha, eu acredito que é uma imagem de um prefeito que fez e faz o que é possível para atender as demandas, muitas vezes a gente não consegue atender tudo e fazer tudo que gostaria. Eu sempre digo que eu não consegui fazer tudo o que eu queria fazer, tudo que eu disse na minha proposta de governo quando era candidato, eu não consegui realizar. Consegui realizar dentro do que eu prometi em torno de 70% e teve os 30% que eu não consegui fazer, por vários motivos, por questão econômica, por várias questões que acabaram influenciando, mais acredito que o que prometi, a maior parte eu consegui fazer. Acho que essa é a visão que a gente entende que a população tem

VOCÊ TEM PRETENSÃO DE DISPUTAR ALGUM CARGO NO LEGISLATIVO ESTADUAL?

A política tem um ditado antigo, que ela só tem a porta de entrada, depois não tem a porta de saída. Gostaria sim, dizer que não, estaria mentindo. Mais acima de tudo quero cumprir com o meu dever com Nova Alvorada do Sul, quero concluir esse mandato, se a população me der uma nova oportunidade de ter um segundo mandato quero concluir o meu segundo mandato. Quero ser prefeito por mais quatro anos, e depois é uma outra história, outro momento. Se surgir a oportunidade de alçar voos maiores, porque não.

"E os acertos servem de estímulos para a gente continuar trabalhando e batalhando, buscando mais uma oportunidade para administrar Nova Alvorada do Sul por mais quatro anos."

— Pré-candidato a reeleição Juvenal Neto


E AGORA UM JOGO RÁPIDO DE PERGUNTAS

UM IDIOLO FORA DA POLITICA

  • Meu pai

SEU SIGNO

  • Peixes

ESPORTE FAVORITO

  • Andar de bicicleta

TIME DO CORAÇÃO

  • Corinthians

COR PREFERIDA

  • Azul

SEU PIOR DEFEITO

  • Ser muito bonzinho

SUA MELHOR QUALIDADE

  • Ser alegre

SEU PONTO FRACO

  • Sou muito sentimental

O QUE MAIS TE IRRITA

  • Falsidade e mentira

O QUE TE DEIXA MAIS FELIZ

  • Estar com as pessoas que eu amo

O QUE TE CAUSA MEDO

  • Perder as pessoas que eu amo

QUE CONSELHO DARIA A SI MESMO

  • Tenha mais calma, seja mais paciente

UM TALENTO QUE NINGUÉM DESCOBRIU AINDA?

  • Minha fé

ATIVIDADE QUE TE DÁ MAIS PRAZER

  • Ser produtor rural

  • UM LUGAR

  • Minha casa

UMA MENSAGEM PARA POSTERIORIDADE

A mensagem que eu gostaria de deixar para a população é que o nosso governo não foi perfeito, nós tivemos os nossos erros, nossas falhas. Mais tivemos os nossos acertos. E eu sempre digo que os nossos acertos foram maiores que as falhas. E que as falhas e os erros serviram de exemplo para que possamos concerta-los e não voltar a comete-los novamente. E os acertos servem de estímulos para a gente continuar trabalhando e batalhando, buscando mais uma oportunidade para administrar Nova Alvorada do Sul por mais quatro anos.

(1) Comentário

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Muito bom prefeito moro aqui a 4 anos e tenho orgulho de morar aqui

 
Marcio jose saldanha em 03 de agosto de 2016 às 16:56