Campo Grande, Segunda-feira 17 de dezembro de 2018
27/04/2017 11h05 - Atualizado em 27/04/2017 11h05

Entrevista da Série "Destino Político" com o presidente do PTB-MS Nelson Trad Filho


Por Leandro Medina e Denise Nantes

O Jornal Correio do MS traz novamente a série "Destino Político" entrevistando personalidades do meio político, que se destacam por sua trajetória na vida pública. O objetivo da séria é apresentar ao cativo leitor do nosso jornal quem são essas personalidades e quais são os seus planos para 2018.

Nossa primeira entrevista de 2017 começa com Nelsinho Trad, Presidente Estadual do PTB-MS, potencial nome para o Senado nas Eleições de 2018.

Nelson Trad Filho é formado em medicina pela Universidade Gama Filho, com especialização em Cirurgia Geral, Urologia, Medicina do Trabalho e Saúde Pública, Nelsinho terminou seu mandato de prefeito de Campo Grande com 85,6% de aprovação popular pelos seus oito anos de governo, conforme pesquisa IPEMS realizada entre 27 e 29 de dezembro de 2012. Realizou 1.044 obras e ganhou 42 prêmios de gestão.

Um breve resumo da Vida Política de Nelsinho Trad

  • Eleito vereador em Campo Grande-MS por três mandatos (1992, 1996, 2000). Presidente e vice-presidente da Câmara Municipal.
  • Presidiu a Comissão de Saúde e Assistência Social, presidiu a Comissão de Finanças e Orçamento.
  • Eleito deputado estadual em 2002, com 36.283 votos, tendo sido o deputado mais votado.
  • Foi presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.
  • 2003 - Eleito no 1º turno prefeito de Campo Grande
  • 2008 – Reeleito prefeito de Campo Grande
  • 2013/2014 - Secretário de Estado de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios.
  • 2015 - Presidente Estadual do PTB/MS
  • 1 - O que a política representa na sua vida?

A política é um instrumento que o ser humano tem para poder auxiliar as pessoas, e através da política você realiza para diminuir as dificuldades que o ser humano tem de acesso as necessidades básicas de uma população. A política atravessa todas as instâncias de nossa vida, mesmo nos pequenos gestos.

  • 2 - Para as pessoas viverem melhor, o que precisaria mudar em nosso Estado?

O Estado precisa ser um indutor do desenvolvimento econômico, com isso ele vai gerar novos empregos, e consequentemente renda para população, fazendo com que haja uma redistribuição da estrutura financeira dentro de um Estado ou Município. O Estado tem que ser o indutor desse movimento, além de oferecer serviços de qualidade.

  • 3 - Em sua opinião, qual é o modelo ideal de administração para atender os anseios da população?

É aquele que os serviços funcionem de maneira adequada, principalmente os serviços mais necessitados pela população, como, Saúde, Educação e Infraestrutura.

  • 4 - Hoje, escândalos de corrupção atormentam o país e deixam o eleitor indignado. Como podemos virar essa página e construir uma política séria?

Através da escolha bem definida do eleitor no momento de uma eleição, se todas essas confusões acontecem, é preciso separar aquele que é o bom, daquele que é o mau político, em tudo na vida você tem o bom profissional e o mau profissional, na política não é diferente, você tem aqueles que exercem com dignidade a sua atividade política e aqueles que entram apenas para se locupletar.

  • 5 - Qual é o caminho para superar a crise financeira que o país passa e dar a volta por cima?

O caminho é a boa e selecionada escolha dos novos representantes, tanto a nível Nacional, Estadual e Municipal, uma boa e criteriosa escolha com certeza vai colocar gente honesta e decente pra gerir os destinos que todos nós precisamos.

  • 6 - Nos bastidores políticos, o nome do senhor é cogitado para disputar uma vaga ao Senado Federal no ano que vem. Existe realmente essa possibilidade, o senhor está preparado para enfrentar as urnas?

Estou preparado pra enfrentar e disputar as eleições do ano que vem, tive três mandatos de vereador, fui presidente da Câmara Municipal, fui o Deputado Estadual mais votado do Estado do Mato Grosso do Sul, e fui prefeito da Capital por dois mandatos, sempre eleito no primeiro turno, tenho bagagem e experiência administrativa, para poder contribuir com os municípios do meu Estado, dentro do Senado da República e é isso que eu vou buscar.

  • 7 - Como estão as reestruturações para conseguir montar um arco-de-aliança?

Estamos visitando cidade por cidade, liderança por liderança, reestruturando o partido nos diverso locais do Mato Grosso do Sul, afim de que a gente possa ter representatividade com gente correta, gente descente, e que o PTB possa se fortalecer ainda mais para as eleições de 2018.

  • 8 - Quantos vereadores hoje o PTB tem e se eles são partes fundamentais desta nova fase do PTB?

No quadro partidário demos um salto significativo, de 16 vereadores fomos para 42, e a participação de cada um deles é importante, é através do trabalho e projetos que eles desenvolvem em seus municípios que vamos conseguir a cada dia agregar mais pessoas ao nosso projeto político. O PTB tem um trabalho sério e ético, e é com essa certeza que vamos angariar muitos frutos que com certeza vão atender a expectativa da população.

  • 9 - Nas disputas ao Legislativo Estadual e Federal o PTB já tem ou terá nomes novos ou está em negociações, quantos nomes pode sair?

Temos três atuais deputados que manifestaram interesse em entrar para o PTB, isso vai acontecer somente na janela da migração partidária em março de 2018, além disso, nessas visitas que estamos fazendo pelo interior já estamos identificando lideranças que disputaram as eleições do ano passado e que estarão prontas para representar o partido em vôos maiores.

Nossa equipe agradece a disponibilidade do Doutor Nelson Trad Filho, por participar da nossa série de entrevista "Destino Político". Desejamos sucesso em sua careira política.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.