Campo Grande, Quinta-feira 24 de janeiro de 2019
08/01/2019 09h22 - Atualizado em 08/01/2019 09h22

Com corte profundo no pescoço, corpo é encontrado enrolado em cobertor no Jardim das Hortênsias

Sinais de violência no pescoço

Por Thatiana Melo e Mariana Rodrigues - Midiamax

O corpo de um homem, que ainda não foi identificado, foi encontrado na manhã desta terça-feira (8), em Campo Grande, na Rua Onze Horas, no Jardim das Hortênsias. Ele tinha um cobertor que cobria o rosto e parte do corpo, e sinais de violência no pescoço.

Uma moradora da região chamou a polícia depois de desconfiar do homem, que aparentemente, dormia na calçada. Com a chegada dos militares do 10º Batalhão de Polícia foi percebido, que ele estava morto e que havia sinais de violência no pescoço, o que poderia indicar uma possível luta entre o agressor e a vítima. O delegado Danilo Mansur, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga disse acreditar que mais de uma pessoa estaria envolvida no assassinato, já que a vítima tem porte físico grande.

Próximo aos pés da vítima foram localizadas algumas cordas, que segundo a polícia teria sido usada para estrangular o homem. Ainda foi encontrado um corte profundo no pescoço da vítima, em uma tentativa de degola. Ele tem uma tatuagem de flor no braço esquerdo.

Uma idosa de 82 encontrou o corpo quando saiu pela manhã para passear com o cachorro. Como o cão não parava de latir em direção ao corpo, a mulher foi ver o que acontecia e encontrou o homem morto na calçada. Neste momento, a polícia foi acionada.

Envie seu Comentário