Campo Grande, Terça-feira 19 de março de 2019
11/03/2019 08h28 - Atualizado em 11/03/2019 08h28

Bêbado, homem mata namorada passando com carro 3 vezes sobre ela

Caso ocorreu na noite de ontem em Caarapó, na frente de várias testemunhas; homem de 29 anos foi preso em flagrante

Por Helio de Freitas - Campo Grande News

Casal teria brigado após uma festa e homem atropelou e matou a mulher (Foto: Reprodução/Facebook) Casal teria brigado após uma festa e homem atropelou e matou a mulher (Foto: Reprodução/Facebook)

Thiago Belastorre, 29, foi autuado em flagrante na madrugada desta segunda-feira (11) após atropelar e matar a namorada, Carla Sampaio Tanan, 36. Ele teria, segundo testemunhas, passado pelo menos três vezes sobre o corpo da mulher com sua picape Saveiro.

O caso ocorreu em Caarapó, a 282 km de Campo Grande. Thiago mora no Jardim Rasselen, em Dourados. Carla, que namorava com o acusado desde 2017, também morava em Dourados.

Thiago foi preso pela Polícia Militar no local do crime e levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por feminicídio.

Conforme a ocorrência registrada na Polícia Civil, o feminicídio ocorreu na casa da irmã de Thiago, localizada Rua Fernando Correa da Costa, após uma discussão entre o casal.

O homem e a namorada foram para a cidade vizinha de Dourados para participar de uma festa em uma fazenda próxima a Caarapó. Após a festa, o casal seguiu para a casa da irmã de Thiago e durante o percurso começou a discutir.

Segundo o relato de Thiago e de testemunhas, o homem quis voltar para o local da festa, supostamente para buscar alguns pertences deixados na fazenda. Carla teria se irritado e o casal voltou a discutir.

Thiago entrou na Saveiro e a mulher teria entrado na frente do carro, para tentar impedi-lo de sair. O homem acelerou o carro e atropelou a namorada.

Ele afirma que não teve intenção e que engatou marcha à ré para tentar tirar o carro de cima do corpo. Já testemunhas afirmam que ele deu ré, engatou a primeira marcha e passou sobre o corpo de Carla pelo menos três vezes.

O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas quando chegou a mulher já estava morta. A Polícia Militar foi acionada e encontrou Thiago na casa da irmã, bastante embriagado.

A perícia da Polícia Civil descartou a possibilidade de acidente, já que não havia marca de frenagem ou derrapagem, caracterizando arrancada brusca. Thiago está preso na delegacia de Caarapó. O flagrante terminou por volta de 3h da madrugada.

Envie seu Comentário