Campo Grande, Sexta-feira 24 de maio de 2019
14/05/2019 17h20 - Atualizado em 14/05/2019 17h20

Professora fala dos desafios na educação de alunos com Altas Habilidades/Superdotação em Campo Grande


Por Heloísa Lazarini - Assessoria de Imprensa Vereador

Em sessão ordinária desta terça-feira (14), a professora Maria Helena Reis, usou a Tribuna da Câmara Municipal de Campo Grande-MS, e discorreu sobre o tema "Desafios na Educação de alunos com altas habilidades/superdotação". O convite foi feito pelo vereador Otávio Trad (PTB).

Maria Helena Reis é graduada em pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS - especialista em educação especial, em organização do trabalho pedagógico do professor alfabetizador e em mídias na educação. Em 2003, a professora foi a vencedora do Prêmio Incentivo à Educação Fundamental, Ministério da Educação - Brasil.

De acordo com a professora, que possui mais de vinte anos de experiência na área, existem hoje, no Brasil, conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), dez milhões de pessoas com altas habilidades/superdotação, porém, de acordo com senso escolar de 2016 apenas 19.600 de alunos recebem atendimento adequado.

Em Campo Grande, na Rede Municipal de Ensino, segundo professora Maria Helena, há 44 alunos com altas habilidades/superdotação, todos são atendidos pela Secretaria Municipal de Educação com atividades e oficinas específicas desenvolvidas no período de contraturno escolar, porém, não há ainda, nenhuma lei municipal que estabeleça, de forma específica, políticas públicas educacionais alunos com altas habilidades/superdotação

"O atendimento dos alunos no Município já acontece de maneira satisfatória, mas precisamos de uma lei que garanta esse atendimento em forma de políticas públicas para que haja continuidade", explica Maria Helena.

Para o vereador Otávio Trad, a criação de políticas públicas para educação de crianças com altas habilidades/superdotação é essencial para assegurar seu desenvolvimento pleno, por isso, o parlamentar apresentou Projeto de Lei que autoriza o Município a criar a "Programa Aprimorando Talentos", que estabelece práticas no atendimento a alunos com altas habilidades/superdotação em instituições da Rede Municipal de Ensino.

A partir do momento que aprendi a importância de olhar para as pessoas com altas habilidades/superdotação e ver que em Campo Grande ainda temos muito a fazer em termos de políticas públicas, percebi a necessidade de se criar algo concreto na legislação municipal. Conversei com secretária de educação Elza Fernandes sobre o que a Semed já está fazendo, mas sabemos que é preciso avançar. Com a lei, instituiremos na legislação municipal políticas públicas específicas para alunos com altas habilidades/superdotação", finaliza vereador.

Envie seu Comentário