Campo Grande, Terça-feira 19 de março de 2019
27/12/2018 10h56 - Atualizado em 27/12/2018 10h56

EDUCAÇÃO - Crianças se arriscam para ir à escola em veículos precários

Veículos precários são o transporte de estudantes da Zona Rural de Nova Alvorada do Sul. A situação já havia sido denuncia em 2015; nada mudou.

Por Leandro Medina

Alunos empurrando kombi em pela BR 267 Alunos empurrando kombi em pela BR 267

Para muitos estudantes da zona rural, o segundo semestre encerrou sem novidade no transporte escolar. Indignado pais de alunos resolveram mostrar em forma de pedido de socorro a situação precária de alguns veículos de transportes escolar que levam alunos do município de Nova Alvorada do Sul.

Pais de alunos relataram ao Correio do MS que além de alguns veículos com problemas mecânicos, há má conservação de alguns é ainda mais preocupante, em um registro fotográfico, mostra que o ônibus que transporta os alunos o motorista precisa forçar a porta com o pé para que ela abra, se houver uma emergência não há como sair.

Outro registro fotográfico demostra a vulnerabilidade de alunos ao empurrar uma Kombi na BR 267 na altura do KM 194, segundo informações o veículo teve uma pane, e não estava ligando, e os alunos foram obrigados a emburrar.

 
estrada rota escolar estrada rota escolar
 
Estrada rota escolar Estrada rota escolar

Estradas intransitáveis devido às fortes chuvas, obrigam alunos a enfrentarem uma verdadeira batalha, ao ser submetido a entrar dentro de poças de lama, pra tentar desatolar o próprio veículo que o transporta.

Alunos saindo pela porta de traz (bagageiro) da Kombi devido a porta ter quebrado e cair durante um das viagens, esses são alguns dos pedidos para que o ano de 2019 possa ser melhor, relata um pai de aluno.

Kombi atolada Kombi atolada

Para os pais, é um dilema. Se proibirem os filhos de andar nos ônibus mal conservados da região, eles param de estudar, porque não há outro meio de transporte. Por isso, para garantir o direito das crianças à educação, muitas famílias acabam arriscando seus filhos nestes transportes muita das vezes inadequado.

O Secretário Municipal de Educação Paulo Roberto de Oliveira do Município nos informou; "Que esta linha sempre foi feita com ônibus mas ele quebrou e essa Kombi foi substituir pois tinha poucos alunos como deu esse problema pegamos uma Kombi do Sr. Josias que fazia a linha APAE e ele terminou o ano fazendo pra gente. Como a APAE não tem período de recuperação e nem exame utilizamos a Kombi do Sr Josias para substituir essa que a porta quebrou. Foi um dia pelo que o coordenador me passou. A linha foi feita durante o ano todo por um micro ônibus".

Na questão da Kombi atolada infelizmente a chuva acaba com as estradas as vezes sai para escola e chove na volta das aulas e acaba atolado. A estradas rurais já não depende de nós da educação depende da Secretaria Municipal de Obras. Finalizou

Alunos saem pela porta traseira da kombi Alunos saem pela porta traseira da kombi
Motorista empurra a porta do ônibus com o pé para ela poder abrir. Motorista empurra a porta do ônibus com o pé para ela poder abrir.

Envie seu Comentário