Campo Grande, Segunda-feira 27 de maio de 2019
12/03/2019 17h19 - Atualizado em 12/03/2019 17h19

Senador Nelsinho Trad entrega ofício para o presidente do Paraguai que defende a construção da Ponte Carmelo Peralta

Documento explica a importância da obra, ligando as cidades de Porto Murtinho (MS) a Carmelo Peralta (no Paraguai), que seria fundamental para Rota Bioceânica

Por Assessoria de Comunicação

fotos: Luís Carlos Campos Sales fotos: Luís Carlos Campos Sales

Após o almoço com o presidente da República Jair Bolsonaro no Itamaraty, o senador Nelsinho Trad (PSD/MS) entregou ofício ao presidente do Paraguai Mario Abdo Benitez, (que se encontra em visita oficial ao Brasil), pedindo sua contribuição para o andamento do projeto da Rota Bioceânica. O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, acompanhou o parlamentar, por se tratar de assunto de extremo interesse para Mato Grosso do Sul.

No documento entregue a Mario Abdo, há a justificativa sobre a necessidade urgente da construção da ponte internacional que ligaria as cidades de Porto Murtinho, no estado Brasileiro de Mato Grosso do Sul, que fica a 431 km de distância de Campo Grande, e Carmelo Peralta, no Paraguai, para o desenvolvimento dos dois países.

Essa passagem é uma das bases fundamentais para a Rota Bioceânica que encurtaria a distância com o Oceano Pacífico, e a previsão de custo da construção é de US$ 70 milhões. "Defendemos a importância da Rota Bioceânica, mas precisamente da Ponte Carmelo Peralta que vai beneficiar muito toda região de Mato Grosso do Sul, em especial Porto Murtinho, fazendo com que essa rota de desenvolvimento possa alavancar as condições de geração de empregos e, principalmente, da elevação de renda não só do povo de Mato Grosso do Sul, como de todo o País, uma vez que esse trajeto reduz em quase 7, 2 mil km de distância para o mercado asiático, tão importante no mundo de hoje e para o desenvolvimento de qualquer país. Fomos muito bem recebidos, ocasião em que explicamos com detalhes o projeto na certeza que em breve será realidade para todos nós, sul-mato-grossenses, e brasileiros", disse o senador Nelsinho Trad, presidente da Comissão de Relações Exteriores e da Defesa Nacional.

Para o secretário Jaime Verruck, a entrega desse ofício e o encontro entre os dois presidentes do Brasil e do Paraguai foram positivos para Mato Grosso do Sul e, também, para o País com o compromisso de construção de três pontes internacionais de integração econômica. "O presidente do Paraguai disse que, depois que foi construída a ponte da amizade entre Brasil e Paraguai, há mais de 54 anos, nunca mais se construiu nenhuma ponte. Ele se comprometeu em fazer três pontes com o Brasil no prazo de cinco anos, a primeira sobre Foz do Iguaçu, a segunda será a de Porto Murtinho e a terceira do Rio Apa", comentou Verruck.

De acordo com Verruck, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) está encarregado de fazer o projeto de Ponte Carmelo Peralta, em torno de 11km da rodovia até a cabeceira de acesso ao país vizinho. "Nós temos que terminar a ponte de Porto Murtinho a Carmelo Peralta; esse compromisso é do governo brasileiro, já está no projeto previsto do DNIT, com emendas parlamentares e recursos da União", explicou o secretário.

Envie seu Comentário