Campo Grande, Sexta-feira 26 de abril de 2019
28/01/2019 10h43 - Atualizado em 28/01/2019 10h43

Decreto corrige distorção histórica e beneficia administrativos da saúde com reajuste


Por Assessoria de Comunicação

Servidores administrativos da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande estão sendo beneficiados com a concessão de aumento na produtividade SUS. O decreto, que beneficia mais de 870 servidores, foi assinado na manhã desta segunda-feira (28) pelo prefeito Marquinhos Trad, em cerimônia que contou com a participação de representantes da categoria e servidores.

Conforme o decreto, o reajuste da concessão da produtividade será feito de forma gradativa, sendo acrescido inicialmente ao salário dos servidores, já a partir deste mês, R$ 200; R$ 400 em março e abril e de maio até dezembro o valor pago passa a ser de R$ 600.

Para o prefeito Marquinhos Trad, a concessão do beneficio é uma forma de reconhecer o valor do trabalho do servidor administrativo da Saúde e ao mesmo tempo corrigir as distorções existentes, uma vez que a categoria luta há mais de quatro anos por um aumento.

"O servidor da saúde é valoroso, digno e decente e, por isso, principalmente, estes que estão lá na ponta, precisam ser reconhecidos. Os bons servidores não podem pagar pelos maus. Esses servidores têm comprometimento com a nossa cidade e, muitas vezes, são criticados injustamente", ponderou.

O presidente da associação ADM saúde, Thiago Barateli, classifica o reconhecimento como uma vitória conquistada e esperada há anos pela categoria.

Segundo o representante, a categoria briga por melhoria há mais de quatro anos. Porém, no último ano, com a aproximação e espaço dado pela atual gestão, foi possível avançar e hoje ter a luta concretizada com a concessão deste beneficio.

"Nas gestões anteriores nós nunca tínhamos sido recebidos no gabinete do prefeito. Desde o início, todas as portas estiveram abertas e nós construímos isso de maneira conjunta, da maneira que contemplasse a categoria e também à gestão. É uma vitória para todos nós chegar aqui e ter esse reconhecimento", disse.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, o beneficio deve contribuir como um dos motivadores para melhoria no processo de trabalho, bem como na implementação do sistema de prontuário eletrônico (E-SUS), que depende do trabalho destes servidores.

"Os servidores trabalhando mais empenhados, consequentemente, nós teremos ganhos significativos, principalmente na melhoria dos processos de trabalho", finaliza.

Atuam nas mais de 100 unidades de assistência, além da sede do administrativo, 871 servidores, sendo eles: agentes de atividades educacionais (2), ajudante de operação (114), artífice de copa e cozinha (4), assistente administrativo I (30) e II (322), assistente de serviços em saúde (247), auxiliar de serviços diversos (55), auxiliar social I (18) e II (73), digitador (1), redator (1) e telefonista (4).

Envie seu Comentário