Campo Grande, Segunda-feira 22 de abril de 2019

MPF apresenta denúncia contra o pecuarista Bumlai e mais 10 pessoas

14/12/2015 14h43 - Atualizado em 14/12/2015 14h43

Empresário foi preso na 21ª fase da Operação Lava Jato em novembro.

Também foram denunciados Vaccari Neto e ex-funcionários da Petrobras.


Por Bibiana Dionísio e Thaís Kaniak

MPF apresenta denúncia contra o pecuarista Bumlai e mais 10 pessoas por crimes na Petrobras (Foto: Thais Kaniak/ G1 PR MPF apresenta denúncia contra o pecuarista Bumlai e mais 10 pessoas por crimes na Petrobras (Foto: Thais Kaniak/ G1 PR

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta segunda-feira (14) denúncia contra o pecuarista José Carlos Bumlai e contra mais 10 pessoas por crimes como lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, corrupção ativa e passiva. Todos são suspeitos de envolvimento em crimes investigados pela Operação Lava Jato. Os procuradores também pediram reparação por danos causados à Petrobras de R$ 53,5 milhões. A denúncia trata, por exemplo, de um esquema de corrupção para escolha da Schahin Engenharia, em 2009, para o contrato de operação do navio-sonda Vitória 10.000 pela área internacional da Petrobras. Segundo os procuradores, o custo do contrato foi de US$ 1,6 bilhão. Foram denunciados pelo MPF nesta segunda:

  • José Carlos Marques Bumlai, pecuarista: corrupção passiva, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro
  • Salim Taufic Schahin, executivo do Grupo Schain: corrupção ativa, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro
  • Milton Taufic Schain: corrupção ativa, gestão fraudulenta
  • Fernando Schahin: corrupção ativa
  • Maurício de Barros Bumlai - filho de Bumlai: corrupão passiva, lavagem de dinheiro
  • Cristiane Barbosa Bumlai - filha de Bumlai: corrupção passiva, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro
  • Nestor Cerveró - ex-diretor da área internacional da Petrobras: corrupção passiva
  • Jorge Zelada - ex-diretor da área Internacional da Petrobras: corrupção passiva
  • Eduardo Musa - ex-gerente da Petrobras: corrupção passiva
  • João Vaccari Neto - ex-tesoureiro do PT: corrupção passiva
  • Fernando Soares - lobista: corrupção passiva

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.