Campo Grande, Sábado 23 de fevereiro de 2019
09/02/2019 11h49 - Atualizado em 09/02/2019 11h49

Vereador Toninho Cruz propõem projeto de lei "Telhado Verde" em Dourados


Por Leandro Medina

Com uma iniciativa inovadora o vereador Toninho Cruz (PSB) que completara 90 dias de mandato no próximo dia 13/02 irá apresentar um dos seus primeiro projeto de Lei voltado a preservação do meio ambiente.

O projeto de lei tem como objetivo incentivar a criação de uma camada vegetal nos telhados denominado como "Telhado Verde", que geram melhorias em diversos aspectos: drenagem urbana; conforto térmico, visual e acústico; retenção do volume pluvial; aspecto paisagístico; e limpeza de material particulado e metais pesados do ar

O Vereador justifica seu projeto de lei, caso seja aprovado trará inovação para a cidade de dourados, além de proporcionar meios para residências e empresas contribuírem com o meio ambiente.

Uma medida muito eficaz para minimizar os efeitos nocivos dessas intempéries é a adoção do "Telhado Verde", cobertura vegetal que proporciona arrefecimento nas edificações, economizando em torno de 20% da energia gasta com condicionadores de ar. Trata-se, portanto, de uma alternativa natural e de preço próximo ao das coberturas convencionais.

No entanto, um "Telhado Verde" não se constrói apenas com terra e sementes atiradas na laje. É preciso uma preparação adequada da superfície, com implantação de impermeabilização, sistema de drenagem, pedras, areia, terra e vegetação próprias. Isso requer uma estrutura edificada capaz de suportar pesos superiores aos verificados em coberturas convencionais.

O projeto prevê concessão de isenção parcial dos valores do IPTU - incidentes sobre imóveis que sejam adaptados com a medida de proteção ambiental que especifica e obriga a instalação desta medida ambiental em obras a serem edificadas como mais de 5.000 m²

O "Telhado Verde" já é adotado em várias cidades americanas e europeias, sendo a iniciativa recompensada por descontos nos impostos prediais, proporcionais à área da cobertura. Além do mais, outra grande vantagem da iniciativa é a facilidade de manutenção do telhado, que não necessita de mão-de-obra especializada, não requer podas nem adubação contínua.

Entre os vários benefícios da adoção do "Telhado Verde", destacam-se: a manutenção da umidade relativa do ar constante em torno da edificação; a formação de microclima; a purificação da atmosfera no entorno da edificação; formação de microsistema no telhado, com a presença de vários tipos de plantas, borboletas, joaninhas e pássaros; o aumento da quantidade de verde nos centros urbanos, onde a inércia térmica dos edifícios acumula e dissipa grandes quantidades de calor; contribuição no combate ao efeito estufa, mediante o sequestro de carbono da atmosfera.



Envie seu Comentário