Campo Grande, Terça-feira 19 de março de 2019
06/03/2019 10h37 - Atualizado em 06/03/2019 10h37

Primeiro vice-presidente da Cooperalfa Cládis Jorge Furlanetto fala sobre a implantação da Suinocultura em Sidrolândia


Por Leandro Medina

A cidade de Sidrolândia tem muito a comemorar, após investimentos de aproximadamente 15 milhões de reais em novembro de 2018. A Cooperativa Agroindustrial Alfa definiu novos investimentos que pode ultrapassar R$ 200 milhões de reais.

O primeiro vice-presidente da Cooper Alfa, Cládis Furlanetto contou ao Correio do MS, sobre a escolha e os investimentos que serão feitos nos próximos 13 anos em Sidrolândia.

Para o vice-presidente Cládis Furlanetto responsáveis por definir a implantação, essa foi a terceira vez que a direção da Cooperalfa e a Prefeitura de Sidrolândia conversam sobre suinocultura. "Nessa última visita, o objetivo principal foi de esclarecer para a câmara de vereadores o projeto de investimento na atividade de suínos. Nossa meta, é que a prefeitura consiga assumir os compromissos que foram já previamente acertados." Comentou

O prefeito Marcelo de Araujo Ascoli, se comprometeu em atender as reivindicações feita pela Alfa, além de tratar de forma muito clara e objetiva os incentivos pleiteado. "Com toda certeza o comprometimento do município foi crucial para a nossa tomada de decisão". Destacou

A localização geográfica, principalmente com relação à distância do frigorífico da Aurora em São Gabriel do Oeste-MS, disponibilidade de matéria prima (milho e soja), atendimento aos requisitos solicitados pela cooperativa, além de produtores rurais com disposição de investir na atividade se suínos.

"Esclarecemos durante a reunião de fevereiro, o cronograma de investimentos. O início efetivo da obra está planejado para o primeiro semestre de 2020, inicial para 2.500 matrizes produtivas. Esse é o patamar assumido pela Alfa, por ora. Porém, o projeto como um todo, contempla, futuramente, 10.000 matrizes produtivas." Afirma Cládis

No âmbito social Sidrolândia, terá diversos projetos e atividades sociais e ambientais, "A Cooperativa se preocupa com a questão econômica, ambiental e social. O projeto para Sidrolândia contempla esses três pilares". Finaliza

Primeiro vice-presidente da Cooperalfa Cládis Jorge Furlanetto, em reunião com vereadores e produtores. Foto Região News Primeiro vice-presidente da Cooperalfa Cládis Jorge Furlanetto, em reunião com vereadores e produtores. Foto Região News

Envie seu Comentário