Campo Grande, Sábado 23 de fevereiro de 2019
08/03/2018 17h46 - Atualizado em 08/03/2018 17h46

Operação flagra trabalho escravo em carvoaria em Nova Alvorada do Sul


Por Leandro Medina com Informações de Ronez Cezar Leal

Nesta quinta-feira (8) uma operação realizada pela Policia Civil de Nova Alvorada do Sul, flagrou cinco pessoas em condições análogas ao trabalho escravo em uma carvoaria localizada numa fazenda em Nova Alvorada do Sul

A operação foi coordenada pelo Delegado de Polícia Civil Roberto Farias, com o apoio da Polícia Militar Ambiental de Campo Grande MS.

A ação foi desencadeada após fuga de dois trabalhadores que estavam em condições análogas à de escravos na Fazenda Campo Novo, que pertence a um morador de Nova Alvorada do Sul, funcionário público Estadual, que possui contrato de arrendamento com Vander Luiz Ferreira e todas as cláusulas impeditivas de tal ocorrência, No local, os policiais tiveram a comprovação da denúncia.

"Aqui não há nenhum direito que esteja sendo garantido a eles, desde a formalização em carteira, até os equipamentos de proteção, local de alojamento e alimentação. Nada está sendo garantido aos trabalhadores. Eles estão aqui desumanizados, estão sendo tratados como objetos, como coisas", afirmou o Delegado

No ambiente encontrado pela equipe responsável pela operação havia barracos de lona e camas improvisadas. Os trabalhadores cozinhavam em fogões à lenha, com água que não sabiam de onde vinha e que ficava dentro de tambores. A comida estava em falta. Eles tomavam banho em um córrego próximo, ao lado dos fornos, e faziam as necessidades no mato. Trabalhavam todos os dias da semana, sem folgas. Eles não usavam nenhum equipamento de proteção e estavam com botas furadas e machucados nas mãos.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.