Campo Grande, Quarta-feira 20 de março de 2019
09/01/2019 13h53 - Atualizado em 09/01/2019 13h53

Duas cidades de MS estão no ‘top dez’ das que mais cresceram entre as principais produtoras do agro

Nova Alvorada do Sul registrou uma taxa de crescimento neste período de 25,61%, a sexto maior do grupo, e Rio Brilhante, de 22,18%, a nono.

Por Anderson Viegas, G1 MS

Usina sucroenergética Santa Luzia, em Nova Alvorada do Sul, município do estado que figura entre os dez que registraram o maior crescimento no grupo das 100 cidades que estão entre as principais produtoras agropecuárias do país — Foto: Anderson Viegas/G1 MS Usina sucroenergética Santa Luzia, em Nova Alvorada do Sul, município do estado que figura entre os dez que registraram o maior crescimento no grupo das 100 cidades que estão entre as principais produtoras agropecuárias do país — Foto: Anderson Viegas/G1 MS

Duas cidades de Mato Grosso do Sul, Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante, entre as dez que registraram o maior crescimento no grupo dos 100 municípios que são os principais produtores agropecuários do país. É o que aponta levantamento do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Segundo o ministério, que baseou seu trabalho na variação do Produto Interno Bruto (PIB) municipal apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre 2014 e 2016 e também em dados da Produção Agrícola Municipal (PAM), Nova Alvorada do Sul registrou uma taxa de crescimento neste período de 25,61%, a sexto maior do grupo, e Rio Brilhante, de 22,18%, a nono.

Em Nova Alvorada do Sul o principal produto agropecuário é a cana-de-açúcar. O município tem uma planta instalada do grupo Atvos, a usina Santa Luzia, que processa essa matéria-prima, e tem, conforme dados do IBGE, uma área plantada com a cultura de 90,9 mil hectares. Também cultiva 22 mil hectares com milho segunda safra e 28,2 mil hectares com soja.

Já em Rio Brilhante o destaque é a soja, com o cultivo de 110 mil hectares. Na sequência aparece o milho segunda safra com 90 mil hectares e em terceiro a cana-de-açúcar, com 89,6 mil hectares. O município contra com três usinas sucroenergéticas em operação, duas do grupo Biosev: Passa Tempo e Rio Brilhante e uma da Atvos, a Eldorado.

Veja abaixo o top dez do MAPA das maiores taxas de crescimento entre os principais produtores agropecuários brasileiros:

  • Guaira (SP) – 51,98%
  • Miguelópolis (SP) – 36,76%
  • Novo Ubiratã (MT) - 36,7%
  • São Félix do Araguaia (MT) – 32,26%
  • Portel (PA) – 27,7%
  • Nova Alvorada do Sul (MS) – 26,61%
  • Porto dos Gaúchos (MT) – 23,63%
  • Sapezal (MT) – 22,84%
  • Rio Brilhante (MS) – 22,18%
  • Vera (SP) – 20,86%

Participação de MS no grupo dos 100

O município de Nova Alvorada do Sul tem uma planta instalada do grupo Atvos, a usina Santa Luzia, que processa essa matéria-prima, e tem, conforme dados do IBGE, uma área plantada com a cultura de 90,9 mil hectares. O município de Nova Alvorada do Sul tem uma planta instalada do grupo Atvos, a usina Santa Luzia, que processa essa matéria-prima, e tem, conforme dados do IBGE, uma área plantada com a cultura de 90,9 mil hectares.

Além da taxa de crescimento, o levantamento do MAPA também apontou os 100 municípios que são os maiores produtores agropecuários do país. Mato Grosso do Sul, conta com 12 cidades nesta lista, já incluindo Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante.

O melhor colocado nessa listagem é Maracaju, que ficou em 15º lugar e que é o maior produtor sul-mato-grossense de grãos. Na safra 2017/2018 de soja, o município colheu 1,081 milhão de toneladas, com um cultivo de 281,915 mil hectares e na safrinha 2018 de milho, a produção foi de 882,327 mil toneladas, com o plantio de 221,801 mil hectares.

Confira os 12 municípios do estado que fazem parte do grupo dos 100 maiores produtores agropecuários do país e sua classificação neste ranking:

  • 15º lugar – Maracaju
  • 23º lugar – Ponta Porã
  • 24º lugar – Rio Brilhante
  • 27º lugar – Sidrolândia
  • 28º lugar – Dourados
  • 49º lugar – Costa Rica
  • 69º lugar – São Gabriel do Oeste
  • 77º lugar – Chapadão do Sul
  • 82º lugar – Nova Alvorada do Sul
  • 90ºlugar – Caarapó
  • 95º lugar – Aral Moreira
  • 96º lugar – Laguna Carapã

Envie seu Comentário